São Paulo, 20 de Abril de 2014

agenda

Tudo sobre Sangue

O sangue um tecido vivo que circula no organismo humano levando oxigênio, nutrientes e outras substâncias para todas as células, e retirando delas as impurezas. Em outras palavras, o sangue faz o papel de carregador em nosso organismo.

Um adulto tem em média 5 litros de sangue. O seu principal componente o plasma, que representa 55% do volume total do sangue. Leucócitos, plaquetas e hemácias formam o conjunto das chamadas células sanguíneas, ocupando 45% de seu volume.

voltar ao topo

Compatibilidade

O sangue não pode ser doado de uma pessoa a outra aleatoriamente, pois existem diversos 'tipos' de sangue, nem sempre compatíveis entre si. Para entender a compatibilidade entre os tipos de sangue, é preciso entender o conceito de aglutinina.

As hemácias humanas possuem substâncias chamadas aglutininas, que podem ser do tipo anti-A e anti-B. A cada aglutinina corresponde uma intolerância a um tipo de sangue, também conhecido como aglutinogênio. Sangue com aglutinina anti-A não pode ser misturado com sangue A, sangue com aglutinina anti-B não tolera misturas com o tipo B e o sangue com ambas no tolera mistura com sangue A nem B. O sangue tipo O, conhecido como doador universal, possui ambas aglutininas e nenhum aglutinogênio, e o sangue AB, que no possui aglutininas e apresenta ambos aglutinogênios, o receptor universal.

A função da aglutinina é gerar anticorpos específicos que combatem outros tipos de sangue, destruindo-os. Por isso não é possível fazer uma transfusão de sangue para o possuidor de uma aglutinina contrária a ele.

O fator Rh é outro determinante da compatibilidade sanguínea. A maior parte da população possui antígeno D, característica comumente conhecida como sangue 'Rh positivo'. Quando o antígeno D não está presente no sangue, é denominado 'Rh negativo'. Pessoas com sangue Rh negativo são capazes de gerar anticorpos anti-D quando entram em contato com o sangue que o possui. Por isso, não podem receber sangue que possua Rh.

Veja na tabela abaixo a compatibilidade entre os diversos tipos de sangue:

ABO Substâncias % Pode receber de
Tipos Aglutinogênio Aglutinina Frequência A+ B+ AB+ 0+ A- B- AB- O-
AB+ A e B Não Contém 3%                
A+ A Anti-B 34%                
B+ B Anti-A 9%                
O+ Não Contém Anti-A e Anti-B 38%                
AB- Ae B Não Contém 1%                
A- A Anti-B 6%                
B- B Anti-A 2%                
O- Não Contém Anti-A e Anti-B 7%                

voltar ao topo

Tipos de Sangue

Algumas doenças são transmissíveis pelo contato sangüíneo entre uma pessoa infectada e outra sã, mesmo que aquela não apresente nenhum sintoma. Por isso a Biotec realiza testes em todas as bolsas de sangue doadas e somente aquelas que apresentam resultados negativos para todos eles são disponibilizadas para uso.

Os testes pelos quais as bolsas coletadas passam antes de ser disponibilizadas para transfusão permitem  a detecção do HIV, doença de Chagas, sífilis, hepatite tipo B e tipo C, HTLV I e II e eletroforese de hemoglobina.

Também é realizado o exame NAT, que reduz a janela imunológica para as doenças mais perigosas, a hepatite C e o HIV.
O NAT aumenta a segurança e a confiabilidade do sangue coletado pela Biotec. 

Doenas sexualmente transmissveis (DSTs)

Toda doença que pode ser transmitida por meio de relação sexual, seja homo ou heterossexual, é uma DST. As DSTs podem ser exclusivamente transmitidas por este meio ou também por outros, como o contato com sangue contaminado. Por isso, pessoas com DST ou suspeita de DST não devem doar sangue. As principais DSTs são gonorréia, tricomonase, sífilis, condiloma, cancro mole, herpes genital, hepatite B e Aids.

Conheça os principais sinais de uma DST, tanto em homens quanto em mulheres:

  • Feridas - em qualquer parte do corpo, doam ou não.
  • Corrimentos - no canal da uretra, vagina e ânus. Sua coloração pode ser esverdeada ou amarelada e por vezes apresentam odor forte.
  • Verrugas - caroços, que podem ou não doer, na região genital.
  • Ardência ou coceira - na região genital, especialmente ao urinar ou em relações sexuais.

Todo cuidado é pouco: algumas DSTs são assintomáticas e se transmitem sem que a pessoa saiba queá doente.

Como me proteger das DSTs?

Como algumas DSTs simplesmente não apresentam sintomas, a prevenção mais segura é usar preservativos em todas as relações sexuais, sejam orais, vaginais ou anais. Usuários de drogas iáveis não devem compartilhar seringas e procurar usar somente material descartável.

voltar ao topo

O que é hematopoese?

Hematopoese é o processo de formação, maturação e liberação no organismo das células sanguíneas. Elas são produzidas no bao, timo, nos gânglios linfáticos e medula óssea. Neste último caso, o tecido que produz as células é denominado mielide, e nos demais linfide.

As células produzidas pelo tecido linfide são os plasmácitos e os linfícitos. Ambos são muito importantes para o organismo humano, pois são responsáveis pelo sistema de defesa do organismo, detectando as invases por células estranhas a ele e combatem o invasor.

Por sua vez, o tecido mielide produz, além dos leucócitos, hemácias e plaquetas. Suas funções também são essenciais para o organismo: as hemácias transportam o oxigênio dos pulmões para todo o corpo e as plaquetas agem no processo de coagulação sanguínea.

voltar ao topo