São Paulo, 27 de Maio de 2019

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Será que é dengue?

Escrita por: Raquel Francese
12/03/2007 07:38

Aprenda a identificar, prevenir e tratar a doença

Todo verão ouvimos falar de dengue. Isso acontece por que as chuvas e o clima característicos da época são propícios para a procriação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. É muito fácil identificar o mosquito: ele é um pouco menor que um pernilongo, porém sua cor é escura com listras brancas. Também diferente de outros mosquitos o Aedes aegypti pica durante o dia.



Existem quatro tipos de dengue ( conhecidas como 1,2,3 e 4), e todas apresentam os mesmos sintomas e tratamento. Após ter dengue, a pessoa fica imunizada apenas contra aquele tipo, podendo adoecer novamente até três vezes se for picada por mosquitos contaminados com os outros tipos de vírus. As manifestações iniciais são febre alta, dor de cabeça, dor no corpo e, às vezes, vômitos. Após alguns dias podem surgir manchas vermelhas pelo corpo.



A dengue é transmitida exclusivamente pela picada do mosquito contaminado, sendo seguro qualquer contato com pessoas doentes. A melhor maneira de evitar a doença é eliminar qualquer local em que o mosquito procrie. Verifique se em sua casa não há nenhum reservatório de água parada como vasos, xaxins, aquários, caixas d'água e qualquer outro lugar que possa juntar água. Lembre-se que não adianta apenas jogar a água fora ou trocá-la, é preciso lavar muito bem o recipiente pois os ovos do mosquito ficam colados nas paredes e sobrevivem sem umidade.



Mesmo fazendo tudo certo você ainda corre o risco de ser contaminado. Apresentando um ou mais dos sintomas abaixo, procure um médico.



  • Dor de cabeça;


  • Dor nos olhos;


  • Febre alta muitas vezes (passando de 40 graus);


  • Dor nos músculos e nas juntas;


  • Manchas avermelhadas por todo o corpo;


  • Falta de apetite;


  • Fraqueza;


  • Em alguns casos, sangramento de gengiva e nariz.





O tratamento de todos os tipos de dengue consiste em repouso, ingestão de muito líquido para evitar desidratação e medicamentos para controlar a dor e a febre, com atenção para não serem ingeridos de maneira nenhuma medicamentos que contenham ácido acetil-salicílico. Em dez dias os sintomas devem desaparecer, mas é comum a sensação de cansaço persistir por até um mês depois.



Em poucos casos, a dengue pode evoluir para o tipo hemorrágico. Ao contrário do que o nome leva a acreditar, o agravante não é a perda de sangue. O que acontece são sucessivas quedas de pressão muito rápidas, que podem levar à morte. Em ambos os casos, procure um médico para o diagnóstico correto.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.