São Paulo, 16 de Dezembro de 2017

Hospital São Camilo

O Hospital e Maternidade São Camilo Pompeia é fruto de um ideal. Em 1928, o padre Inocente Radrizzani sonhava em oferecer atendimento hospitalar diferenciado às pessoas. Um atendimento que cuidasse não só da doença mas principalmente do doente, e que oferecesse além de qualidade e eficiência, humanização.

Depois de seis anos, o sonho tornou-se realidade: em 1944, a pedra fundamental do hospital foi lançada, e a construção iniciada em 1946. As dificuldades para atingir o ideal não foram poucas, mas em 23 de janeiro de 1960, o padre Radrizzani pôde comemorar a inauguração da primeira parte do hospital, com capacidade para 70 leitos. Em 1962, foi concluída uma nova ala com 20 apartamentos e de 1964 a 1969, construída a terceira parte – ampliando a capacidade do hospital para 150 leitos.

Em 1977 o Hospital São Camilo Santana foi transferido pela Prefeitura Municipal de São Paulo, em comodato, para a Sociedade Beneficente São Camilo, que o adquiriu em agosto de 2015.

A terceira unidade incorporada à Rede, o Hospital São Camilo Ipiranga, foi inaugurada como Hospital Leão XIII em janeiro de 1948 pelo então Círculo Social do Ipiranga. No dia 19 de fevereiro de 2000, os religiosos camilianos assumiram o Círculo Social do Ipiranga e, consequentemente, também o hospital, que passou a ser gerido por eles.

Atualmente, as três unidades da Rede de Hospitais São Camilo possuem no total mais de 750 leitos, contam com uma equipe profissional de cerca de 5 mil colaboradores (entre as áreas administrativas e assistenciais) e aproximadamente 3.800 médicos cadastrados. Os recursos provenientes dos serviços prestados por essas três unidades permitem subsidiar as atividades dos 33 hospitais administrados pela Sociedade Beneficente São Camilo e que oferecem atendimento público.

Hoje o Hospital e Maternidade São Camilo é também hospital-escola, servindo de campo de estágio para alunos dos cursos na área de saúde do Centro Universitário São Camilo.

Os Centros de Transplante de Medula Óssea (TMO) da Rede de Hospitais São Camilo estão localizados nas Unidades Pompeia e Santana, sendo, o da Unidade Pompeia, um dos 29 centros de referência no país autorizados pelo Ministério da Saúde a realizar todos os tipos de transplantes de medula óssea, incluindo os alogênicos não aparentados (quando o doador não é familiar), o que multiplica as chances de se localizar um doador. Sua condição de referência pode ser traduzida em números. Os Centros de TMO da Rede São Camilo realizaram cerca de 500 transplantes de medula óssea.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.